Inspiração em forma de notas e acordes

Eu x Razão

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Porque acreditar no Amor?
O amor não passa de um sentimento tolo que assumimos por vaidade e compaixão a nós mesmos.
Pura hipocresia de emoções, disfarçadas por idéias e ideais surrealistas, por muitas vezes conformistas, atreladas à complexidade humana.
O amor, nada mais é do que uma mentira que o homem guarda dentro de si até o instante do seu sepultamento. Peso horrendo que o mata aos poucosde alegria e desgosto por sem ele não saber viver. Sentimento muito divergente que nem todos se arriscam a descrevê-lo pela sua pura infelicidade de retratar os fatos e sua perplexidade de continuar errando no seu existir; obstinado a sentimentalizar demais as suas vivências naturais.
Maneira, jeito ou expressão do refúgio da alma, politizada pelo egoísmo da calma que posteriormente se abala por pertencermos a algo, a alguém que um dia nos amou e si enganou.

4 externalização(ões):

Menina X. disse...

Eu tenho uma opinião diferenteSempre defendo o amor,mas acho que ele por estar dentro dos corções humanos é imperfeito. :D Mas olha,está muito bommm esse texto,ficou bem realista.

beeeijo binhooo

A Bailarina disse...

Um texto forte.

O ponto de vista para o amor varia bastante. Acredito que ambos estejam corretos, assim, depende de quem o sente, e ate mesmo quem nao sente, mas o observa como publico. Ali na primeira fila... O observo de perto, e o tal do amor ja esteve bem por perto, mas nunca intenso, constante como uma luz forte que nos cega, mas aida há quem prefira se proteger com óculos escuros.

Ótimo post!

. Cíntira's Castle . ♪ disse...

' Lindo Texto e forte também.
Desacreditar do amor..é na verdade deacreditar da capacidade humana de amar.
Estará o erro realmente neste sentimento tão sublime..Ou em nós que muitas vezes o praticamos erroneamente?

Rodrigo Seixas disse...

Muito bom o texto! O amor é um sentimento imperfeito do coração humano que consegue transcender barreiras e ainda assim nos levar a pereição. Perfeita contradição de ideias, mas que no final fazem algum sentido, até porque sem amor que sentido a vida faz? Muito bom o texto...mesmo.
Abraço!

Postar um comentário

Externalizações