Inspiração em forma de notas e acordes

Para sempre meu pai!

terça-feira, 1 de novembro de 2011



Seria tão mais fácil com você aqui,
Discutindo comigo sobre as coisas desse mundo,
Correndo comigo num fim de tarde, para extravazar a dor,
Para deixar sair no suor tudo aquilo que nos assola

Seria mais fácil que tu estivesse sentado ao meu lado ao almoçar,
Dando risadas e contando histórias, contando como foi o dia,
Eu queria que tu estivesses aqui para me encorajar a estudar,
Para me mostrar o caminho certo a se seguir

Seria mais fácil ouvir a tua história contada por tua própria boca,
Receber os teus carinhos me pondo pra dormir
Acompanhar meu sono, garantindo que nada me acorde ou atrapalhe,
Me livrando de todo o mal.

Seria mais fácil se quando eu errasse,
Eu tivesse alguém para se desculpar por mim, para me defender, para me ajudar,
Para enxugar meu pranto, para me dar a mão e me levantar
Para enfim, ouvir as minhas queixas e estar sempre comigo.

Seria tão mais fácil, mas o senhor se foi...
E me deixou uma tarefa difícil, uma tarefa longa, e quem disse que seria fácil ?!
Mas alegremente sei que apesar de difícil, esse trabalho leva um fardo leve, pois eu fecho os olhos e me lembro de ti.
E é isso que me proponho a fazer, a tua vontade.

Quero ser então pai, o que o senhor sonhou que eu fosse.
Quero acordar a cada manhã, certo de que o senhor ainda está comigo.
Quero que tu nunca saias de mim, mas que permaneças eternamente.
Quero ser teu pesamento, teu coração, quero ser o teu sonho.

Pois eu me alegro em dizer que tu fostes, és e serás o melhor pai do mundo.
E me disponho a aquecer todos os dias o teu café pela manhã,
Para que nunca me deixes, para que nunca me prives da tua presença.

Hoje mais do que nunca te sinto vivo em mim.
Hoje mais do que nunca vejo a tua herança.
Hoje mais do que nunca eu carrego em mim,o teu mais doce ensino, a tua Esperança!




1 externalização(ões):

Branca Gil disse...

perco as palavras diante de tamanha simplicidade.

Postar um comentário

Externalizações