Inspiração em forma de notas e acordes

Marcado a ferro e fogo

terça-feira, 31 de maio de 2011

Linda de morrer,
Ousei  gravar teu nome e
Reproduzir em mim,
Em meu peito a ferro quente o que
Nem o tempo apaga, para que lembre à minha mente o
Anúncio do amor que a gente sente

Como sinal permanente
A tua vida se prende a mim mais significativamente, afinal
Juramentos de amor são meras palavras, então a tua marca
Ardente em mim te servirá verdadeiramente como
Indício do que eu sinto, como
Boa prova de que não mente este coração
Apaixonado e bobo e que levará bordado para sempre o teu nome marcado a fogo.

3 externalização(ões):

Anônimo disse...

Louca, louca linda (Linda de morrer...),
Assim te chamo, te evoco, te abuso,
Assim me entrego,e me entrego la no fundo
Porque assim és, confesso,
a louca mais linda do mundo.

Eu disse...

Em meu peito a ferro quente o que
Nem o tempo apaga, para que lembre à minha mente o
Anúncio do amor que a gente sente!

Lindo de mais !! Parabéns!

Visita lá o meu http://taiisfalcao.blogspot.com/

Rodrigo Seixas disse...

" Se tu soubesses que esse é apenas um dos mistérios, outros quais o peito guarda a marca que ninguém nunca viu, ninguém nunca soube. Essa foi a marca que mais doeu, e tentei esquecer, só que toda vez que olho, ela está ali, talvez cicatrizada, talvez viva como nunca. Só depende de vc..." (Rodrigo Seixas)

Postar um comentário

Externalizações