Inspiração em forma de notas e acordes

Já não choro mais

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

São tantas horas que se passam,
o sentimento que outrora ardia agora se apaga,
Sufocado por gritos sem sentidos, imortalizado no apelo não ouvido,
Marcado pelas desavenças do destino

São tantas partes despedaçadas,
tantos caminhos, tantas artes,
tantos passos mal caminhados, caminhos maus,
tantos laços, embaraços, pedaços, cacos

O amor que antes era puro, hoje se suja,
pelo desgaste da alma e do tempo,
pelo doce sorrir do lamento,
pelos falsos gestos e mãos que já não mais afagam,
pelo ódio que abusa

Não morrerei de desilusões,
nem de certas incompreensões do incompreensível,
apenas externalizo sentimentos, momentos
procuro desculpa plausível, procuro algo que me conforte,
procuro paz, procuro luz, procuro a sorte

1 externalização(ões):

' Cíntira's Castle ♪ disse...

' Que triste e profundoo..
Linda poesia Digoo..
Que encontres a paz, a luz, a sorte.

Bjo
fique com Deus.
e continue escrevendo..lindos os seus textos..
sempre bom lê-los
hiohiohio
.D

Postar um comentário

Externalizações